Virtualmente Vazio - Eduardo Guimarães

Orkutação de cadáveres...

Multidão de zumbis
Migrando como peixes
Flutuando com a moda das redes
Hora um, hora outro, mais outro, menos um.

A rede morta nada mais irradia nem captura
Apenas revolucionários saudosistas
Anti-contemporaneos de anos atrás

Sem censura nem senso de nada,
Copy/paste de vidas alheias
Nada novo no mundo...




# zeroum!

Mais uma vez ele chegou,
#Sentou...
Me olhou de esguelha, e reclamou do calor.
Entre um trago e outro
Disse alguma coisa sobre a Primavera Árabe,
E o quanto de lixo a rede irradia ao seu redor
Questionou a pirataria cultural
A Seleção de palhaços já não o atrai .
#Levantou...
Ensaiou umas palavras sobre a hipoteca do amor...
Apagou a conta e disse pra não me preocupar.
O fim estava mais próximo dele do que no meu mundo.
Consultou o tablet e rogou uma ou duas pragas...
#Foi...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...