In ventos de Raisa Faetti: poesia pintada, poemada, verdirevificada.

Sul de Minas
Me importa apenas que não seja
essa simplicidade um esconderijo das vontades
Que não seja a humildade
o refúgio das verdades e das vaidades

Os campos verdejantes
os lírios perfumados
a pequena casa distante
isso é natureza morta
é homem morto

Admitamos
Inventando, Raisa Faetti


Aleluias
Uma revoada de pensamentos assaltou minha cabeça
Do mesmo modo que um enxame de aleluias brincam na luz da tarde
vivas, efêmeras e contagiantes

No outro dia, a visão chocante:
Asas quebradas por todo o quintal.


 
**Raisa Faetti é poeta de mão cheia. Cheia de doçura, plantas e planos planando entre o desenho e a letra, a brisa e a crítica, os sons e os sentidos, o sol e a raiz. Mais de seus escritos podem ser encontrados no sítio desenraisando .

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...