Grupo LESMA lança seu segundo CD Árvore da Vida



Imagem da capa do CD com desenho de Carolina Nogueira


“E o Senhor colocou, ao oriente do jardim do Éden, querubins armados com uma espada flamejante para guardar o caminho da árvore da vida”.
(Gênesis 3:24)


Depois de 5 anos o Grupo Lesma lança seu segundo CD. Intitulado “Árvore da Vida”, a obra tem enfoque ambiental e reúne poemas e músicas autorais. O CD foi gravado no estúdio SELF, em Lafaiete, entre os meses de julho e setembro e o lançamento está marcado para o dia 30 deste mês no Sallum, em Lafaiete, dentro da programação do Setembro Verde, realizado pela Lesma.
Vários artistas convergiram energia e criatividade em torno da proposta. A direção musical é do competente compositor Wilson Ribeiro, o “Ziquinha”. Leo Fernandes assina a direção de áudio. Os poetas participantes são Osmir Camilo, Patrícia Fonseca e Wagner Vieira. O músico Gastão Mandredinni, da banda Lord Zéfiro, de Queluzito, também participa do projeto. Os músicos convidados são Julinho do Sax, Márcio Zaum e Sandro Leyloy.
Um livro contendo as letras e os poemas, acompanha o CD, que conta com desenhos da artista plástica Carolina Nogueira e fotos de Jonathan Manassés. Marco Aurélio Lopes Correia assina a diagramação.
Conselheiro
Em 2006 o Lesma lançou seu primeiro trabalho sonoro, o CD “Conselheiro”. De lá para cá a produção editorial da entidade chega a 11 títulos, com destaque para os livros “O Amor Visto da Ponte”, de Wagner Vieira, Patrícia Fonseca e Osmir Camilo; “Lafayette Rodrigues Pereira, um ilustre queluzense”, de Allex Milagre (1971-2009) e “De Villa Real de Queluz a Conselheiro Lafaiete”, do museólogo Antônio Perdigão (1918-2010).
Serviço



O que: CD Árvore da Vida
Quando: 30 de setembro de 2011
Onde: Bar Sallum (r. Coronel Arthur Nascimento, nº 105, Centro, Conselheiro Lafaiete)

Contatos: (31) 8584-5056 / 8591-1622

E-mail: abrilpoetico@yahoo.com.br

Leonardo, Osmir e Wilson (em pé); Gastão, Wagner e Patrícia (sentados)




UM POEMA DO CD

Árvore da vida

1
Árvores da vida são aquelas cujos
galhos são capazes de ampliar (bem)
fronteiras em searas reluzentes
e gongóricas.
Árvore da vida. Única.
vocação solitária pelo consorte do eixo oriental
Tu és mater (mãe). Athos flexível.

2
Ó árvore flexível, seminal das horas
Pantera postergada no embrião das almas
Conduz pela ardência dos corpos indefesos
A côrte ostensiva aos pêlos agrupados.

Purificai! Purificai! Purificai!

Conselheiro Queliname: iara
Queliname Conselheiro: jaguara
Trazendo luz pacífica ao parque dos sinais
fazendo diapasão com foros ancestrais.

3
Árvore da vida. Árvore da vida.
Árvore dá vida. Árvore dá vida.
Inteiramente grátis.

vendo-me vendo-me vendo-me

Escuto teu nome em voz
escuta a minha
Escuta meu pedido em off
Vontade sua. desejo meu. bondade sua.

4
São pomares, hortas silvestres,
animais domésticos.

Um pomar. Único.
Saibamos antes que o pomar dos sonhos
ainda está verde, verdejante.
Caindo de maduro no céu com diamantes.
Trançando estrelas no véu das ilusões.
As ilusões.

Poema: Osmir Camilo

Um comentário:

  1. Aguardamos vocês no lançamento! E obrigado pela divulgação!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...