As obviedades de Paco Bernardo

Burro, mas que esperanceia


O mais difícil é conseguir viver.
Depois que se consegue viver,
o tempo traz
em algum tempo
tudo que sempre quiseste,
leve e respirando.
Estranhamente limpo.


*
       *
             *

Artificial e Forçado


Que coisa óbvia.
Mas que coisa óbvia.
As pessoas só falam coisas óbvias nesse mundo?
Ai, me poupe, minhas vozes são tantas
que me canso, bem. Agora
vou tomar mel. Tomei tanto.
Sim, tomei tanto.
A dor te controla os nervos
te crispa os nervos
deixando-os mais crispados
(crispando tudo)
que um divino metafórico
sem grandes coisas para fazer
que assusta o mundo
aqui debaixo
(caí de cima).
Caí em cima de eu que há pouco caí de cima.

Querendo o pó,
concedo-to.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...